Gestão de crise: como funciona e como a empresa deve portar-se?

6 minutos para ler

Independentemente de qual seja o segmento de atuação da sua empresa, é comum passar por momentos de turbulência – seja financeira, seja administrativa –, especialmente quando os problemas acontecem além da sua responsabilidade e capacidade de solucionar. Em momentos como o que vivemos agora, torna-se ainda mais importante o trabalho de gestão de crise.

Afinal, a pandemia do COVID-19 já impactou milhares de empresas ao redor do globo, e a tendência é que continue impactando. Porém, isso não significa que seu negócio precise acabar ou sofrer consequências incontornáveis. Com planejamento, é possível reduzir ao máximo os prováveis impactos causados, por exemplo, por conta do período de quarentena e isolamento social.

O desespero, neste momento, pode acabar tornando as coisas ainda mais complicadas, e, por isso, a melhor resposta para enfrentar uma crise é a organização interna. Quer saber um pouco mais sobre o conceito de gestão de crise, seus benefícios e o que fazer para otimizar essa estratégia dentro da sua empresa? Continue a leitura deste artigo para tirar todas suas dúvidas. Confira!

O que é gestão de crise?

Gestão de crise representa um conjunto de ações de uma empresa para evitar que uma situação grave gere consequências ainda maiores. Ou seja, é uma estratégia voltada para a mitigação dos impactos causados por um problema interno ou externo que prejudique seu negócio de alguma maneira. Em resumo, trata-se de reduzir os prejuízos após determinado período.

Sempre que a situação da empresa não for a melhor e a saúde financeira ou administrativa esteja correndo algum risco, o trabalho de gestão de crise precisa ser iniciado. Assim, diferentes práticas e estratégias podem ser colocadas em ação com o único objetivo: evitar que as proporções de uma crise sejam muito maiores e comprometam o negócio a longo prazo.

Afinal, qualquer negócio passa por turbulências ao longo da sua história, porém a gestão de crise bem executada garante que os impactos sejam sempre os menores possíveis. Dessa forma, sua empresa vai conseguir resistir em relação ao momento de instabilidade e, ao mesmo tempo, estar preparada para lidar com o cenário pós-crise.

Por que esse conceito é tão fundamental?

Com a quarentena por conta da pandemia do COVID-19, muitas empresas estão sendo prejudicadas das mais diversas maneiras. Esse período reforça a importância de um trabalho eficiente de gestão de crise. Afinal, seu e-commerce não tinha como controlar o crescimento da contaminação por conta do coronavírus, certo?

Apesar de não ter esse controle sobre fatores externos, qualquer gestor tem, sem dúvidas, uma maior autoridade sobre o que acontece internamente. E é neste momento que entra a gestão de crise: organizar-se para conseguir suportar ao máximo os impactos externos. Ou seja, o que você pode executar para evitar que os prejuízos se tornem irreversíveis?

A gestão de crise é, portanto, uma estratégia fundamental para qualquer empresa, seja física ou digital. Quanto mais antecipado e planejado for feito esse trabalho, maiores serão as chances de evitar um colapso na sua organização. Assim, você consegue economizar recursos e definir com calma e precisão as melhores estratégias para proteger seu e-commerce.

Você passou tanto tempo para estabelecer seu negócio, posicionar sua marca, diferenciar-se dos concorrentes e conseguir gerar resultados satisfatórios, certo? Imagine se tudo isso for embora rapidamente e, pior, por um problema que foge do seu controle? A gestão de crise, portanto, vai assegurar que seu negócio seja o menos prejudicado possível em um período como o atual.

O que fazer para otimizar seu trabalho de gestão de crise?

Mas o que fazer para otimizar o trabalho de gestão de crise dentro da sua empresa? Para ajudar você nessa tarefa, separamos algumas dicas. Confira!

Mapeie os riscos

O primeiro passo é, sem dúvidas, fazer uma análise aprofundada sobre quais situações podem impactar seu negócio. É a relação com fornecedores? Ou problemas de logística? Ao mapear os riscos, você consegue determinar, por exemplo, a melhor saída para continuar fazendo entregas mesmo com problemas na sua primeira opção de distribuidora.

Forme um comitê de crise

Quais vão ser os profissionais da sua equipe responsáveis por lidar diretamente e comandar as ações para a mitigação dos impactos de uma crise? É importante definir esse comitê de crise com antecedência e, de preferência, com quem tem mais habilidade em lidar com situações emergenciais e tomar as melhores decisões sob pressão.

Aja com rapidez

Em momentos de crise, também é importante agir com rapidez e não esperar que os outros entrem em contato com você, por exemplo. Quanto mais rápido forem suas ações, menor vão ser os impactos ao seu negócio, reduzindo custos de execução, perda de materiais, enfim, contendo os efeitos da crise.

Elabore notas e comunicados

Também é importante posicionar-se em relação aos seus clientes, parceiros e fornecedores. Por isso, tente comunicar-se com o público externo, explicando a situação em que sua empresa se encontra, os prejuízos que estão sendo registrados e, é claro, as medidas que estão sendo adotadas para a solução mais rápida e eficiente da crise.

Quais são as consequências de não se organizar?

Não se organizar internamente com uma estratégia de gestão de crise pode gerar um impacto extremamente negativo, especialmente a longo prazo. Afinal, seu negócio pode ficar à mercê de fatores externos — como ocorre por conta da pandemia do COVID-19 — e, assim, ser prejudicado. Ao adotar essa estratégia, você garante o máximo de proteção possível a ele.

A gestão de crise é, portanto, fundamental para qualquer empresa que deseja destacar-se no mercado a longo prazo e evitar que problemas externos possam prejudicar de forma definitiva seu desempenho. Adotando algumas das práticas que listamos anteriormente, é possível reduzir ao máximo os impactos causados por conta da quarentena do coronavírus.

Agora que você já sabe o que é gestão de crise, sua importância, seus benefícios e como aplicar na prática, que tal ficar por dentro de outros assuntos relevantes para o sucesso a longo prazo do seu negócio? Então acesse outro de nossos artigos no blog e confira tudo o que você precisa saber sobre gestão da reputação!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário