7 tipos de clientes: como identificar e ter sucesso no seu negócio

6 minutos para ler

Engana-se quem pensa que vender é sempre a mesma coisa! Existem diferentes tipos de clientes, e para cada um deles é necessário ter uma abordagem diferenciada. Uma estratégia que dá certo com uma pessoa pode ter insucesso ao ser aplicada com outra.

Isso se justifica porque as pessoas são dotadas de diferentes personalidades, além de também terem diferentes níveis de conhecimento sobre a sua marca e estarem em diferentes momentos da chamada jornada do cliente.

A seguir, apresentaremos 7 tipos de clientes e como lidar com eles, para que você saiba como identificá-los e ter sucesso no seu negócio. Continue conosco e confira agora mesmo!

1 . Decidido

O cliente decidido é um dos mais fáceis de efetivar uma venda. Esse tipo de pessoa já sabe que ela quer comprar, muitas vezes já conhece o produto oferecido ou, então, teve boas recomendações, ouvindo falar muito bem dele.

Imagine, por exemplo, que uma pessoa quer comprar um novo celular. Ela conversou com amigos e um deles sugeriu um aparelho de determinada marca e modelo. Ela fez pesquisas na internet, assistiu a vídeos, leu artigos e concluiu que realmente esse dispositivo é o melhor para atender às suas necessidades. 

Assim sendo, quando for a uma loja física ou acessar um e-commerce, esse cliente já estará decidido. Ele sabe o que quer comprar e quando vai comprar.

Em casos assim, é preciso apenas não “pisar em falso” com essa pessoa. Atendê-la bem, oferecer diferenciais e fazer com que ela efetive a compra, sem desistir no caminho ou procurar um concorrente que venda o mesmo produto.

2. Confuso

O cliente confuso é aquele que não sabe bem o que ele quer. Ele entende que tem uma necessidade a ser sanada, mas não exatamente o que deve fazer para atendê-la. Assim, vender para esse tipo de consumidor é muito mais difícil do que para alguém decidido, por exemplo.

Para atender bem o cliente confuso e não deixar que sua indecisão resulte no insucesso de uma venda, é necessário que o vendedor tenha muita paciência para tentar organizar as informações repassadas e, dessa forma, fazer uma venda.

Em e-commerces, como não há um contato físico entre cliente e vendedor, recomenda-se que os produtos tragam explicações detalhadas em suas descrições. Além disso, deve haver um chat, em que as pessoas possam entrar em contato e esclarecer suas dúvidas.

3. Apressado

O cliente apressado tem características parecidas com a do decidido. Mesmo que não saiba bem o que ele precisa, ele quer encontrar logo uma solução para seu problema.

Em lojas físicas, o vendedor precisa pensar rápido e ter sempre uma carta na manga para oferecer a esse tipo de cliente. 

Já em e-commerces, uma boa prática é fazer pesquisas e tentar compreender que tipo de produtos os clientes apressados mais consomem. Assim, podem ser feitas estratégias, como mostrar banners desse produto para o vendedor.

4. Crítico

O crítico, com toda certeza, é um dos tipos de clientes mais difíceis de lidar. Esse tipo de pessoa é a que já tem uma opinião formada sobre um produto ou serviço e não aceita ouvir os outros.

Sempre que um argumento é trazido, a pessoa o critica e não muda a própria opinião. Para não perder a venda, o melhor a ser feito é ter calma, não ficar nervoso nem ser grosseiro com o cliente. 

É preciso dar atenção a ele, tentar compreendê-lo e oferecer as soluções mais adequadas para o seu caso.

5. Comunicativo

O cliente comunicativo é aquele que gosta muito de conversar, gosta de detalhar muito os processos e saber de tudo antes de fechar um negócio. O problema disso é que atender a esse tipo de pessoa pode levar muito mais tempo do que o necessário, fazendo com que a empresa perca a oportunidade de vender para outras pessoas.

É preciso agir com cortesia ao falar com esse tipo de cliente, tentar desviar os assuntos que não estão relacionados à venda, sem parecer grosseiro, e assim conduzir a conversa de forma a torná-la mais breve.

6. Negociador

Entre os principais tipos de clientes também se destaca o negociador. Essa pessoa é aquela que sempre quer ter uma vantagem extra com a compra. O problema é que nem sempre as empresas têm como oferecer essas vantagens.

“Eu compro o produto X, mas apenas se ganhar um brinde ou desconto”, são frases comuns de serem ouvidas do cliente negociador. Para lidar com esse tipo de cliente, mais uma vez vale a pena ter uma “carta na manga”.

Uma boa ideia é ter sempre um desconto especial ou cupom, mas apenas oferecê-lo em determinados momentos, depois de o cliente solicitar e insistir. Assim, o vendedor não precisa oferecer o que ele não pode para segurar um cliente.

7. Admirador da marca

Quando as marcas investem em estratégias de branding, elas deixam de representar apenas um produto e passam a ser vistas como um exemplo a ser seguido, uma filosofia de vida.

Isso faz com que surjam admiradores da marca, o que é muito bom. Porém, isso também representa uma grande responsabilidade. É preciso agradar esse tipo de cliente, para que ele não se frustre.

Se um admirador da marca se decepcionar, isso terá um impacto muito maior do que com outros clientes. Caso um fã se frustre, dificilmente voltará a fechar negócios com a empresa, além de fazer comentários com relatos nas redes sociais e nos seus círculos de amizade, o que respinga na reputação da companhia.

Esses são alguns dos principais tipos de clientes encontrados. Em todos os casos, o mais importante é sempre manter um bom diálogo e agir de forma prestativa, uma vez que isso é importante para garantir a confiança e satisfação dos consumidores. 

Atender bem, também faz com que sua marca seja mais bem vista entre as pessoas. A Opiniões Verificadas é uma empresa que cuida da reputação online de empresas e pode ajudar nesse sentido. Entre em contato conosco e conheça os nossos serviços!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário