Vendas em marketplace: uma boa opção?

4 minutos para ler

Os donos de variados empreendimentos sempre estão à procura de lugares em que é possível aumentar o número de clientes. As vendas em marketplace surgem como solução, mas o questionamento sobre a convicção nesse investimento se torna presente.

Tal ambiente é considerado um modelo de negócios que deu muito certo e despertou o interesse de grandes marcas para investirem na criação de um. No entanto, será que a variedade de canais conseguirá atrair seu público e construir seu diferencial competitivo?

Conheça nos tópicos abaixo um pouco mais sobre o assunto e veja também o quanto você pode crescer com um e-commerce. Continue conosco até o final deste artigo e tenha uma boa leitura!

O que são marketplaces?

Eles são caracterizados como lugares em que os lojistas podem disponibilizar seus produtos e toda vez que o usuário pesquisar sobre algum item relacionado ao seu segmento aparecerão suas mercadorias, assim como as da sua concorrência — tudo no mesmo lugar.

Fazendo um comparativo, podemos dizer que tais locais são grandes shoppings em que, a cada vitrine, um novo concorrente direto do seu negócio é apresentado.

As principais diferenças entre e-commerces e marketplaces

Enquanto o marketplace é um grande expositor dos seus itens, um e-commerce é o ambiente virtual onde sua loja funciona, no qual é possível aperfeiçoar a experiência do usuário dentro dele, variar as formas de pagamento e realizar ações que possibilitem a fidelização dos consumidores.

Tais tarefas não são possíveis nos marketplaces, pois são ambientes bastante limitados e cheios de regras. Afinal, como o foco é mostrar o maior número de resultados relacionados a um segmento, fica a cargo dos usuários escolherem aquele item que melhor satisfaz suas necessidades.

Quais as desvantagens das vendas em marketplaces?

Além do custo alto que sua empresa investirá para divulgar os produtos nesses locais, não será possível trabalhar seu branding dentro desses ambientes. Logo, a identidade visual que foi criada como forma de gerar um diferencial competitivo não surtirá efeito e nem poderá ser usada.

As vendas no marketplace podem não ser tão vantajosas, uma vez que você pode obter resultados melhores e ter mais liberdade na divulgação e venda da sua mercadoria com uma loja virtual.

Quais as principais dicas para se destacar no e-commerce?

Focar no espaço virtual que abrigará unicamente seus produtos é uma alternativa eficiente comparada às vendas em marketplace. No entanto, é preciso seguir algumas dicas que ajudarão a melhor atrair seu público.

Uma delas é o investimento em marketing de conteúdo, em que sua equipe pode criar artigos e materiais ricos que poderão melhorar seu ranqueamento e educar as pessoas que se interessam por assuntos relacionados ao seu segmento.

Contudo, é necessário estudar o comportamento do consumidor que você deseja atingir e elaborar estratégias eficientes que o incentivem a comprar no seu e-commerce e que ajudam no processo de fidelização com a sua marca.

Outro detalhe: a logística e o atendimento de qualidade são itens que não podem ser deixados de lado. Uma vez que eles são pontos que serão avaliados pelos clientes e que definirão a confiança deles pelo seu negócio.

Notou que focar no e-commerce é mais interessante que investir em vendas em marketplace? Logo, não fique na dúvida e comece a levar em consideração nossas dicas, pois elas ajudarão seu negócio a ter mais destaque aliadas ao diferencial competitivo da sua marca.

Gostou deste conteúdo? Então, nos siga em nossas redes sociais para ficar atento a mais novidades. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn.

Posts relacionados

Deixe um comentário